Confessional

Conversando com uma pessoa cujo ombro, nesse momento, está sendo muito maior do que imaginávamos, li que “às vezes, o caos orienta a gente”. E é só isso. Lágrimas não rolam para sempre, they dry on their own. Carrego muitas lembranças, bem recentes; espero que as boas é que queiram me fazer companhia. Das ruins sofrerei. Inevitavelmente. Afinal, o coração não sofre de alzheimer.

“Eu pensei que tinha o mundo em minhas mãos, como um deus…

e amanheço mortal”. (Dudu Falcão – O Silêncio das Estrelas)

Anúncios

Sobre lifega

Ande um pouco comigo, antes de me perguntar quem sou.
Esse post foi publicado em amor, Miscelânea. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s