Arquivo do mês: maio 2012

Revoltinha

Uns dizem que amor é chama. Outros, convictos, que amor é cama. Tem os que juram até que é lama. Tanto se me faz. É que se o amor me chegasse pela manhã; se me pegasse, distraída, dobrando a esquina; … Continuar lendo

Publicado em Miscelânea, Prosa | Marcado com | Deixe um comentário