2011: que seja.

O bom do Ano Novo é essa sensação de que algo novo está chegando.

Às vezes isso é mais forte, às vezes menos.

Para mim, e para outrém, o mais novo do que vem por aí chama-se Dilma Rousseff. E isso não é pouco.

Para mim, e para alguns amigos e amigas, o mais novo do que vem por aí chama-se título acadêmico.

Para mim, e talvez só para mim, o mais novo do que vem por aí é a convicção inédita de que, ainda que o novo só seja mesmo novo enquanto é o que se espera, isso não tira o gosto da novidade. Tudo bem, tudo bem. A novidade que chegou já virou amiga íntima. O novo é não ter perdido a graça por causa disso.   

Aí vão, então, os meus votos.

Que as coisas não percam a graça pra você.

Que a vida tenha cor, sabor, cheiro, voz, calor, sorrisos, abraços, beijos.

Que haja alegria, pelo mero e besta fato de se estar vivo.

(Isso não é novo, mesmo que seja o mesmo novo, de novo?)

Anúncios

Sobre lifega

Ande um pouco comigo, antes de me perguntar quem sou.
Esse post foi publicado em Blá blá blá, Boas Festas!, Feliz 2011, Fim de ano e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para 2011: que seja.

  1. Roseli Silva disse:

    O novo sempre é bem-vindo, embora, às vezes, traga um frio na espinha maior do que o que gostaríamso de sentir… Como se chama isso mesmo? Ah… medo…
    Que venha 2011!! Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s